30.11.09

É preciso acreditar no desastre para viver o sonho

O Flamengo precisa acreditar no desastre para viver o sonho do Hexa. Hoje, segunda-feira, 30 de novembro, grita-se aos quatro cantos que não há jeito do rubro-negro perder o título. Mas há. O único modo de tropeçarmos é esquecermos que é possível o tropeço. É passarmos a semana falando em festa, que domingo haverá a festa do título. Que o ingresso para Flamengo x Grêmio é um convite festivo e não um ingresso para o jogo mais importante do ano.
Temos que lembrar do América-Mex, do Santo André, do próprio Grêmio em 1997 e de muitas outras tragédias que vivemos no Maior do Mundo, sempre que nos engasgamos na nossa própria euforia.
Por outro lado, temos que lembrar de 1980, 1982, 1983, 1987, 1992. Lembrar da seriedade e da necessidade de dar sangue, suor e lágrimas para vencer o Grêmio como se o time gaúcho (com titulares ou reservas) fosse o melhor time do mundo.
As primeiras notícias dão conta de que o time vai para Teresópolis, viver um retiro de cerca de quatro dias para fugir do caldeirão da gávea. Faço um pedido para a torcida. Vamos deixar o time em paz. Vamos deixar o time trabalhar com calma. Vamos passar toda a nossa energia para os jogadores, mas não podemos passar a idéia de que o jogo de domingo é apenas uma formalidade antes da festa. Nao é!!!
O jogo contra o Grêmio é, na verdade, o último dos desafios. Olhem as páginas dos jornais de hoje. As manchetes conclamam: "A um passo do hexa!!!" Porém, todo passo tem em si um tropeço potencial.
Não quero ver o time rodeado de artistas, celebridades, etc. Nada de torcida no treino, batucada, bandeiras, como fez o Florminense ano passado.
Estamos vivendo a história. A semana que começa hoje não terá sete dias, mas 17 anos. Vamos Mengão Sempre!!!

1 Comments:

Blogger Luca said...

De que adianta um manifesto desses se você tá falando sozinho? Para o ar? Mete esse post lá na GM.com :)

1:27 AM  

Postar um comentário

<< Home